Em: Notícias CDLNITEROI

6 dicas para lucrar com a Páscoa 2021 – Varejo S.A – 15/03/2021

Mesmo em meio à pandemia, é possível vender ovos de chocolate
apostando no e-commerce, redes sociais e delivery

A Páscoa está chegando – este ano, será celebrada no dia 4 de abril –, e mais uma vez ocorrerá em meio à pandemia do novo coronavírus. Ano passado, foi a primeira grande data comemorativa do varejo a sofrer com os efeitos da Covid-19. Mas em 2021, os comerciantes poderão virar o jogo, e recuperar o prejuízo amargado em 2020. Lembre-se: em momentos difíceis, as datas comemorativas ganham outro peso. Com o isolamento social e o distanciamento dos amigos e da família, com certeza, poder comer ou presentear as crianças com ovos de Páscoa terá um sabor mais que especial.

Para faturar nesta Páscoa, é preciso planejamento e ter em mente que, apesar de a tradição de trocar doces ou ovos de chocolate ser antiga, nos últimos meses, muita gente perdeu renda e está economizando. Além disso, o lojista terá que chegar até o consumidor, evitando com isso aglomerações. É preciso pensar fora da caixa e apostar em medidas alternativas, com produtos mais acessíveis, venda pelas redes sociais e entrega em domicílio.

Confira 6 dicas para você lucrar com a Páscoa 2021:

1) Venda pela internet
Ter uma loja física passiva, que espera o cliente, é garantia de ficar para trás. Aposte nas promoções e vendas em sites, aplicativos e redes sociais, sobretudo com a nova onda de contágio pelo coronavírus que está forçando estados e prefeituras a tomar novas medidas para evitar o colapso da saúde.

Em 2020, fabricantes e varejistas foram pegos de surpresa pela quarentena, que fechou o comércio de rua no fim de março. Pensando nisso, as fabricantes montaram uma verdadeira força-tarefa para atender os consumidores. A Lacta reforçou o e-commerce da marca e firmou parcerias com aplicativos de delivery. Os clientes podem adquirir os produtos de Páscoa pelos aplicativos Rappi, James, iFood e Cornershop, bem como em lojas físicas e pelo site da empresa.

Não se esqueça do WhatsApp, por meio do qual é possível tirar dúvidas sobre os produtos pascais, montar a cesta de compra e até fechar a venda.

2) Entrega
Vender pela internet significa ter um bom serviço de entrega. Para isso, vale desde utilizar os aplicativos de entrega até contratar um motoboy. Lembre-se, o varejo de hoje precisa ir atrás do cliente onde ele estiver. É essencial estudar a logística de entrega para não comprometer a experiência do cliente. Certifique-se de que o entregador segue todos os protocolos de proteção da Covid-19.

3) Diversifique os produtos
Diversificar os produtos, oferecendo opções mais baratas para o consumidor fragilizado pela crise, pode ajudar a subir o faturamento.

4) Divulgação
A divulgação de seu negócio e seus produtos é um ponto chave para as pessoas conhecerem e comprarem os seus produtos. Anunciar os produtos em sites e nas redes sociais é uma opção boa e necessária. Para isso, faça fotos chamativas e de boa qualidade para despertar o interesse dos compradores. Não se esqueça das promoções, ofertas e sorteios e de postar vídeos nos Stories, tudo isso vai colaborar para o escoamento dos produtos.

5) Entregue mais do que prometeu
Agradar os clientes é fundamental para fazer com que voltem mais vezes à loja, seja física ou virtual. E para isso, muitas vezes não é preciso muito: um atendimento atencioso, um embrulho bonito, uma cartinha e chocolates a mais. O importante é mostrar que você se importa com o comprador. Isso gera uma identificação do consumidor com a marca.

6) Produtos caseiros têm sua clientela
Muitas pessoas preferem os ovos caseiros, e a vantagem é a variedade (ovos de colher recheados, trufas, bombons, cones trufados, pães de mel etc.) e a personalização dos produtos pascais (ovos recheados com brownie ou brigadeiro ou bolo ou tudo junto). Outra opção é transformá-los em lembrancinhas, cuidando da embalagem e fazendo opções individuais mais acessíveis.

Fonte: Varejo S.A