Em: Notícias CDLNITEROI

Artigo dia 03-09 – O direito da informação

Setembro chegou trazendo na mala todo um clima eleitoral, afinal, em menos de um mês, nós, cidadãos brasileiros, escolheremos nossos representantes políticos para os cargos municipais. Na realidade,  são as eleições que mais influenciam o nosso dia a dia, pois nelas elegeremos, através do voto, pessoas que nos representem.

Normalmente escolhemos nossos candidatos por serem pessoas que conhecemos  e que rotineiramente encontramos na rua. Até porque, as campanhas para as Eleições Municipais não costumam ser iguais às eleições para deputados e senadores, onde, em sua maioria, os candidatos “caem de paraquedas” somente para conquistar o nosso volto, sem apresentar o mínimo de compromisso com a cidade.

No entanto, retomemos nossa reflexão em relação ao dia 2 de outubro e para os dias que o antecedem. Porque temos que ficar atentos! Neste período é grande o número de pesquisas – ressalto que precisam do registro e da autorização do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para ser consideradas válidas – que tomam conta dos veículos de comunicação.

Entendendo a importância dessas pesquisas, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, com o objetivo de fazer uma amostragem sobre o posicionamento político dos  candidatos da cidade frente aos eleitores,  contratou  o Instituto Gerp para efetuar uma pesquisa que apresentou o  seguinte resultado:

RODRIGO NEVES – 30 % DAS INTENÇÕES DE DE VOTO

FELIPE PEIXOTO – 19%

FLÁVIO SERAFIM – 7%

DANIELLE BORNIA -3%

A referida pesquisa mostrou qual a  intenção dos eleitores. Ela foi uma iniciativa da nossa entidade visando apenas dar o direito aos lojistas de se posicionarem e formarem opinião.  E por isso, procuramos fazer um estudo de forma independente, para que os resultados não fossem  influenciados por posições políticas. Visto que sabemos que o empresariado tem o direito de ter o posicionamento político, e isso nada tem a ver com a entidade que o representa.

E nosso trabalho não para por aqui! Continuaremos exercendo o nosso papel informativo, realizando novas pesquisas, pois acreditamos que assim conseguiremos fazer com que Niterói torne-se a cada dia  mais produtiva. Esse é o nosso desejo. E para tanto, procuraremos  mais informações que nos mostrem, sobretudo,  quais são as propostas dos candidatos para o comércio. O que eles pretendem realizar  para melhorar e desenvolver o comércio da cidade? Qual é o compromisso que cada um deles assumirá com a classe lojista?

E Para obter essas respostas, vamos propor um debate onde os lojistas poderão participar, e assim escolher qual é o candidato que irá representar nossos interesses. E nesse momento, é importante ressaltar que a CDL Niterói está de portas abertas para qualquer candidato que deseje utilizar nossas dependências para mostrar as suas propostas ao empresariado. Enfim, nossa entidade está  aberta para todos os partidos, uma vez que entendemos que isto reflete na variedade de posicionamento  da classe e, principalmente, na democratização das eleições.

Então vamos votar! Mas antes, nós, que formamos a classe lojista de Niterói, vamos promover a vontade de estudar e conhecer as proposta, para então escolhermos certo. Em suma, trabalharemos  incessantemente por uma eleição onde os votos nulos  e as abstenções sejam minoritários. Queremos que a votação do ganhador seja a expressão da vontade da maioria esperançosa pela continuidade ou não  da administração que temos hoje. Acreditamos na democracia, mas acreditamos ainda mais que a informação forma opinião, e a opinião gera voto.

 

Joaquim Pinto