Em: Notícias CDLNITEROI

Consumidor começa o ano com confiança em alta

O consumidor começou 2017 mais confiante na economia e no futuro. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV)mostra que o indicador que mede esse otimismo cresceu 6,2 pontos de dezembro para janeiro ao alcançar os 79,3 pontos.

“A alta da confiança em janeiro está relacionada às expectativas de melhora do ambiente econômico com a queda na inflação e a aceleração do movimento de redução das taxas de juros”, explicou Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora da Sondagem do Consumidor.

Segundo Viviane, as boas notícias da virada de ano aumentam as chances de uma recuperação da confiança nos próximos meses. Em janeiro, revelou a pesquisa, houve uma expectativa menos negativa em relação ao futuro no que se refere a economia, finanças, emprego, compras, inflação e taxa de juros.

Os dois componentes que formam o indicador de confiança também apresentaram melhora no primeiro mês do ano. O Índice da Situação Atual (ISA) avançou 2,9 pontos, para 68,1 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) subiu 8,3 pontos, atingindo 88,1.

Confiança do consumidor por faixa de renda

Na comparação dos resultados por faixa de renda, houve aumento da confiança em todos os níveis. O grupo de renda familiar mensal entre R$ 2.100,01 e R$ 4.800,00 foi o que mais contribuiu para o avanço do indicador, apresentou alta de 11,3 pontos e chegou ao maior nível desde janeiro de 2015 (83 pontos).

Fonte: Portal Brasil