Em: Notícias FCDL

Deputado Waldeck Carneiro comenta resultados da audiência sobre políticas públicas para o varejo

Presidente da Comissão de Economia, Indústria e Comércio da Alerj garantiu ações e mediações para contribuir com demandas apresentadas

 

O deputado estadual Waldeck Carneiro (PT), que presidiu a audiência pública realizada na Alerj na última quinta-feira (22) para debater, junto com a FCDL/RJ e representantes das CDLs fluminenses, políticas públicas para o varejo no Estado destacou, ao final do encontro, que haverá importantes desdobramentos para o setor com apoio da casa.

Presidente da Comissão de Economia, Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, Waldeck Carneiro afirmou ser necessário olhar de forma diferente para o setor do varejo uma vez que ele é responsável por grande parte dos empregos no país, constituído essencialmente por micro e pequenas empresas e contribui de maneira substancial para a produção de riquezas.

O deputado destacou alguns desdobramentos que acontecerão a partir da audiência, onde foram apresentadas demandas do setor para diversas áreas. “A primeira ação será criar, o mais breve possível, na Alerj, a Frente Parlamentar em Defesa do Setor do Varejo. A partir dela, e em parceria com a Comissão de Economia, vamos provocar os parlamentares do RJ que estão em Brasília e integram a Frente Parlamentar no Congresso para discutir pautas nacionais. Por outro lado, vamos mediar uma agenda no segundo semestre com os prefeitos dos municípios do Rio, porque várias demandas dependem dos executivos municipais”, informou o deputado.

Waldeck Carneiro ainda falou sobre mediações que serão realizadas entre os representantes do movimento lojista e o poder público. “Uma delas será com a Secretaria de Segurança Pública, uma vez que o drama de roubo de cargos tem afetado muito e diretamente o cotidiano do setor. Outra mediação será com a Secretaria de Fazenda para discutirmos questões relacionadas à simplificação tributária para o setor do varejo. Por fim, outro ponto será pensarmos, junto com a Faetec e universidades, em programas de formação para os trabalhadores e empreendedores do setor”, resumiu o deputado estadual.