Em: Notícias CDLNITEROI | Slideshow

Desconto na luz só vai ser sentido em Fevereiro

O barateamento das contas de luz promovido pelo governo federal começa a valer nesta quinta-feira (24), mas é só a partir do final de fevereiro que os consumidores brasileiros vão passar a sentir o efeito total da medida, informou o Ministério de Minas e Energia.

 

Isso acontece porque as 63 distribuidoras do país fecham em datas diferentes a leitura dos relógios que apontam o consumo de energia pelos clientes. Para grande parte dos brasileiros, o efeito da medida na conta que será recebida no mês de fevereiro vai ser parcial. A partir de 25 de fevereiro, porém, já será completo.

Anunciado em setembro e confirmado nesta quarta-feira (23) pela presidente Dilma Rousseff, o plano prevê desconto mínimo de 18% na conta de luz de residências e de até 32% na das indústrias. O projeto é uma das principais bandeiras do governo federal e visa dar mais competitividade à indústria nacional num momento em que a crise econômica internacional se agrava.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, comentou a projeção, presente na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada nesta quinta, de que a queda no custo da energia no país, em 2013, será da ordem de 11%, menor do que o previsto pelo governo.

“A redução é de 20% para hoje e para sempre, é uma redução estrutural”, disse o ministro. Ele admitiu, porém, que a conta de luz dos brasileiros deve subir ainda em 2013, quando a Aneel votar o reajuste anual das distribuidoras. 

Esse reajuste vai incluir, além da inflação dos últimos 12 meses, também os custos adicionais com o uso das termelétricas, por conta da queda no nível dos reservatórios no final de 2012.