Em: Notícias CDLNITEROI

Desrespeito a decreto gera 25 autos de infração pelas ruas de Niterói

Nova regra para carga e descarga não vem sendo cumprida na cidade e dois veículos são rebocados na Marquês de Paraná e um na Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro

A Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) contabiliza a emissão de 25 autos de infração e três reboque de veículos que teriam desrespeitado o Decreto nº 11356/2013, responsável por regulamentar o horário de carga e descarga de veículos pesados em 23 ruas e vias do município. De acordo com o órgão, as penalidades previstas para o descumprimento da legislação, publicada no início da última semana, começaram a ser aplicadas na última segunda-feira.

Segundo dados da NitTrans, até o início da tarde de terça-feira, dois transportes foram rebocados na Avenida Marquês do Paraná e um na Avenida Visconde do Rio Branco nos horários de proibição definidos na lei.

Com a proposta de regulação do serviço, a NitTrans estima que o fluxo de circulação rodoviária do município melhore em mais de 20%, sendo aliada ao socorro rápido de possíveis acidentes, carros enguiçados e o redimensionamento de semáforos na hora do rush. Essas medidas deverão ser incrementadas, ainda, com o desligamento de radares de velocidade no mesmo perímetro de abrangência do decreto a partir da próxima semana.

Regra é clara- Pela legislação, é proibida a atividade de carga e a descarga de caminhões nos horários das 6h às 10h e das 16h às 20h nos dias úteis, além das 6h às 10h aos sábados, nas avenidas Jansen de Mello, Marquês do Paraná, Jornalista Alberto Francisco Torres, Almirante Ary Parreiras, Roberto Silveira, Contorno, Feliciano Sodré e Visconde do Rio Branco, as ruas Miguel de Frias, Joaquim Távora, Doutor Mário Viana, Santa Rosa, Doutor Paulo César, Noronha Torrezão, Desembargador Lima Castro, Professor Ernani Pires de Mello, Tiradentes, Doutor Paulo Alves, Presidente Pedreira, Barão do Amazonas, Visconde do Uruguai e Marechal Deodoro, bem como a Alameda São Boaventura.

O decreto estabelece, também, que o motorista em desacordo com o determinado cometerá uma infração média ou grave – dependendo se estiver parado ou estacionado nas áreas proibidas -, será multado e terá seu veículo rebocado, conforme descrito no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Fonte: O Fluminense