Em: Notícias CDLNITEROI

Destaque: dívidas entre 3 e 6 meses

A abertura dos dados por tempo de atraso das dívidas revela que, em maio, o número de devedores cresceu em todas as faixas, como reflexo da queda da recuperação de crédito e da entrada de novos inadimplentes. O principal destaque do indicador são as empresas com dívidas em atraso entre 91 e 180 dias que cresceram 14,82%, além da alta anual de 13,89% verificada nas dívidas em atraso entre 3 e 5 anos.