Em: Na mídia

Editorial do Presidente do dia 14/02/2020 – O Fluminense

Confira a coluna de Luiz Vieira

Aos poucos, percepção dos consumidores brasileiros sobre o ambiente macroeconômico apresenta melhoras. Como mostra a pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a confiança do brasileiro encerrou o ano de 2019 com 47,0 pontos. Superando os 45,8 pontos observados no mesmo período de 2018. E mantém o ritmo do mês anterior. O otimismo é maior em relação ao futuro da própria vida financeira. De acordo com o levantamento, 56% dos brasileiros possuem boas expectativas para o seu desenvolvimento econômico para os próximos seis meses. O que se baseia, principalmente, na sensação geral de que economia do país irá melhorar, desencadeando no aumento de vagas de emprego e, consequentemente no aumento de renda dos brasileiros.

Acompanhamos a retomada, lenta, porém consistente, da economia do país e acreditamos que medidas como a reforma da previdência e a nova lei de liberdade econômica devem impulsionar ainda mais esse processo. Como representantes do comércio, um dos setores que mais emprega, só temos a torcer para que o Brasil se reerga e que se torne centro de oportunidades.

Unidos somos mais fortes.