Em: Notícias CDLNITEROI

Inadimplência de pessoa física fica estável em julho, revela BC

O Banco Central (BC) informou que a taxa de inadimplência das pessoas físicas que mede o atraso de pagamento superior a 90 dias nas operações com recursos livres, ficou estável em 7,2% em julho. Com isso, seguiu o menor patamar registrado desde agosto de 2011, quando ficou em 7,14%.

 

Já a taxa de inadimplência das operações dos bancos com as empresas, ainda no segmento com “recursos livres”, somou 3,5% em julho deste ano – o mesmo patamar de junho. Para estas operações, trata-se da menor taxa desde dezembro de 2011 (3,4%).

Considerando a taxa total de inadimplência, o que engloba operações com as pessoas físicas e empresas, ainda nas operações com “recursos livres” (desconsiderando crédito habitacional, rural e operações do BNDES), houve estabilidade em 5,2% em julho deste ano, segundo informações da autoridade monetária.