Em: Notícias CDLNITEROI

Índice de satisfação com a compra nesse segmento chega a 93%. Principais compradores pela internet de itens infantis têm entre 35 e 49 anos

Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) sobre o consumo virtual indica que os brasileiros gastaram em 2014 um alto valor pela internet com brinquedos: uma média de R$ 286,00 na última compra. De acordo com o estudo, 20% dos consumidores virtuais fizeram ao menos uma compra de brinquedos no ano passado, principalmente aqueles entre 35 e 49 anos e pertencentes às classes A e B.

O índice de satisfação nesse segmento é alto, de 93%, e apenas 10% tiveram algum tipo de problema com a compra – os mais mencionados foram as entregas fora do prazo marcado. A maioria (76%) dos consumidores virtuais afirma comprar em sites nacionais.

Os principais motivos para a compra virtual de brinquedos, segundo os entrevistados, foram a necessidade, para 34%, e ofertas imperdíveis, para 29%. Já o índice de rejeição para a compra de brinquedos pela internet é baixo: 5% entre os que não realizaram esta compra no último ano, jamais a fariam pela internet – principalmente pessoas com idade acima de 50 anos e com menor frequência de compra online.