Em: Notícias CDLNITEROI

Martha Rocha em reunião na CDL para discutir pauta de segurança na Copa

Segundo o presidente do Conselho de Segurança de Niterói, a pauta será ações estratégicas para a cidade durante a Copa, para evitar migração de bandidos.

A convite do presidente do Conselho de Segurança de Niterói, Leandro Santiago, a chefe da Polícia Civil, Martha Rocha, esteve presente na reunião mensal nesta quinta, às 9h, na CDL Niterói. Além dela, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Francisco Paulo, e moradores da Ilha da Conceição também participaram do encontro. A conversa foi focada nas ações estratégicas para a cidade durante a Copa do Mundo, em junho desse ano. Para Leandro Santiago, o sistema montado no Rio de Janeiro, uma das cidades-sedes do evento, – que inclusive será o palco da final dos jogos, pode ser motivo para uma migração de bandidos.

“Por exemplo, na Ponte haverá uma ação conjunta entre a PM e a Polícia Rodoviária Federal, tendo em vista que essa é uma das principais portas de entrada da cidade. Também temos a questão de São Gonçalo, Maricá e Itaboraí, que podem sofrer reflexo dessa possível migração. Queremos saber do Estado Maior o que Niterói vai receber de reforço policial e câmeras de monitoramento”, defendeu o ponto de vista.

O presidente do conselho faz esse alerta levando em conta outros megaeventos na capital, como a Eco 92 e, mais recentemente, a Jornada Mundial da Juventude, a JMJ. Niterói, por experiência, de acordo com Leandro, toda vez que o Rio de Janeiro é anfitriã para grandes aglomerações, a polícia fica por lá e a bandidagem vem pra cá.

“Dessa vez Niterói está se antecipando ao que pode acontecer. Convidei o Comando da Polícia Militar, a chefe da Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal para solicitar o planejamento específico. Pela proximidade, Niterói será a segunda cidade mais visitada durante a Copa do Mundo”, conclui.

No Portal da Copa, site do Governo Federal, afirma-se que dez mil profissionais da área de segurança irão reforçar o planejamento das 12 cidades-sede. A Força Nacional de Segurança tem um grupo formado por policiais militares, civis e bombeiros com experiência em grandes eventos sediados no Brasil. No entanto, a solicitação do reforço fica a cargo do governador de cada Estado.

O estádio do Maracanã recebe o primeiro jogo da Copa, em 15 de junho, no confronto entre Argentina e Bósnia. O último jogo acontece no dia 13 de julho. Só para a cidade do Rio são esperados 1,3 milhões de turistas. Destes, segundo números do Ministério do Turismo, 413 mil estrangeiros e 841 mil brasileiros.