Em: Notícias CDLNITEROI

Micro e pequenas empresas vão gerar mais empregos em 2012

 

O Sebrae constatou que 85,9% dos 118.895 empregos formais criados em todo o País em janeiro, foram iniciativas de micro e pequenas empresas de até quatro funcionários. A pesquisa conta com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Os postos de trabalho no total de 102.111 com carteira assinada gerados pelas micro e pequenas empresas são em número superior ao registrado no mesmo período do ano passado onde esse tipo de empresa foi responsável por 69% do total de contratações. De acordo com o resultado há uma tendência de aumento na atividade de micro e pequenas empresas no País, em função do crescimento de renda e crédito verificado no último ano.

O Sebrae destacou também, que as empresas que possuem entre cinco e 99 funcionários, demitiram mais do que contrataram. Aquelas que contam com equipe entre 100 e 499 empregados, foram responsáveis por número maior de pessoal admitido.

Neste ano de 2012, um dos objetivos do Governo Brasileiro é impulsionar o setor empresarial no Brasil. No início deste mes de abril a presidente Dilma Roussef anunciou um pacote de incentivos e desonerações fiscais para incentivar as empresas.

O ministro da Fazenda Guido Mantega informou que , com as medidas, 15 setores serão beneficiados: têxtil, confecções, calçados e couro, móveis, plástico, material elétrico, auto-peças, ônibus, naval, aéreo, de bens de capital mecânica, hotelaria, tecnologia de informação e comunicação, equipamentos para call center e design house (chips). As medidas se somarão aos R$ 35 bilhões de desonerações já oferecidas pelo governo federal para o setor empresarial.