Em: Notícias CDLNITEROI

Páscoa 2013: Comércio prevê alta de 10% nas vendas

O comércio da cidade de Niterói espera uma páscoa, que neste ano acontecerá no dia 31 de março, com crescimento nas vendas. A projeção de aumento ficará na casa dos 10% em relação à mesma época do ano passado. A venda de produtos em geral também prevê um aumento de 3% a 5%.

Segundo Fabiano Gonçalves, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Niterói, em entrevista ao jornal O Fluminense, a projeção de crescimento nas vendas na cidade de Niterói se dará pela proximidade da páscoa com a época de pagamento dos trabalhadores. “A proximidade ao pagamento e o calor menor contribuirá para que as pessoas consumam mais chocolate”, afirmou.

Empresas ligadas a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) também projetam um crescimento em seus faturamentos. Segundo os dados divulgados, o lucro deve crescer cerca de 30%, em média, em relação ao ano de 2012.

As projeções otimistas se refletem também no mercado de trabalho. Segundo pesquisa encomendada pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem), mais de 70 mil vagas temporárias devem ser geradas para que a demanda seja atendida. Incluindo-se oportunidades na indústria e no comércio que possibilitarão a contratação definitiva dos funcionários temporários, contribuindo assim para a geração de empregos formais.

Para atrair os consumidores, as empresas do segmento de chocolates e doces investem em novos produtos. Apesar de estarem cerca de 7,6% mais caros em relação à 2012, as lojas e fabricantes estão otimistas com as vendas para o feriado. Neste sentido, as novidades ajudam a alavancar o faturamento.

Meta do comércio varejista : repetir alta de 8,4% em vendas

Um recente levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o setor varejista espera repetir em 2013, o aumento de 8,4% obtido nas vendas do ano passado. A projeção foi feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que leva em consideração a política econômica de estímulo ao consumo aplicada ao longo do ano passado.

Mesmo com o momento de otimismo, o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, alertou para o problema da inflação. “A expectativa é de uma retomada declinante da inflação no decorrer dos próximos meses. Caso contrário, o poder de compra dos consumidores poderá ser comprometido, o que deve impactar negativamente no volume de vendas do comércio brasileiro”, explicou ao site da CNDL.

O setor de chocolates brasileiro também projeta boas vendas dos produtos derivados do cacau. Segundo estimativa, o desempenho do ano passado deve se repetir agora em 2013: 18 mil toneladas produzidas. O número de ovos de páscoa vendidos foi de 80 milhões. Os números são os mesmos de 2011.

Portanto, para tirar o máximo de proveito da data, os comerciantes devem ficar atentos às principais novidades e tendências do mercado, observando o que o consumidor deseja. Sendo a primeira data do ano para o comércio, as projeções positivas indicam que, mais uma vez, a Páscoa será doce para o comércio de Niterói e região.

A páscoa não é só chocolate

O Empório Ravizzini, localizado na Rua Mariz e Barros, 252, em Icaraí, é um exemplo de como o comércio se movimenta durante a época da páscoa. Com o foco na venda de massas e salgados, a loja vem se preparando para o feriado. O estabelecimento aumentou a fabricação de produtos voltados para o almoço em família.

A dona do estabelecimento, Cinthia Ravizzini, fala que o segredo da loja é oferecer massas especiais e molhos frescos – como os de camarão e bacalhau – com preços acessíveis, permitindo uma refeição de alto padrão que possa ser preparada em casa para toda a família. Tudo acompanhado de um bom vinho, também vendido no estabelecimento.

Esta variedade de opções tem trazido excelentes resultados, comparando com o mesmo período do ano passado, a empresária informa que o aumento no faturamento chegou a 300%. Ela explica o porquê: “Nós abrimos nossas portas em 2012. Portanto, a loja não tinha tanta notoriedade, porém, com esta receita de oferecer qualidade junto com praticidade, nós crescemos muito e já, neste nosso segundo feriado de páscoa, estamos colhendo os frutos e crescendo “, explicou Cinthia.