Em: Notícias CDLNITEROI

Peregrinos estão gastando além do previsto no comércio do RJ na Jornada Mundial da Juventude

Os peregrinos que vieram ao país para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), aberta oficialmente na terça-feira no Rio, estão gastando além do previsto, disse à Agência Brasil o economista Daniel Plá, professor de varejo da Fundação Getulio Vargas. Para ele, no entanto, “o verdadeiro dia das compras” dos peregrinos foi nesta quarta-feira, véspera dos feriados decretados pela prefeitura do Rio para quinta e sexta-feira por causa do evento.

 

De acordo com o economista, os pequenos comerciantes e, principalmente, as bancas de jornal, “estão vendendo três vezes mais do que venderam na Copa das Confederações”. No entanto, o gasto médio por peregrino não é significativo, girando em torno de R$ 20 a R$ 50. Considerando pelo menos 400 mil peregrinos indo às compras, Daniel Plá calculou que o movimento no comércio poderá atingir R$ 120 milhões durante o evento. Segundo ele, além de artigos religiosos e lembranças do Rio, cresce a venda de sandálias de dedo e de cachaça brasileira.