Em: Notícias CDLNITEROI

Presidente da CNDL participa de reunião da Frente Parlamentar de Comércio e Serviços – CNDL – 24/03/2021

Na reunião, também foi apresentado o manifesto da Frente, no qual o grupo conclama pela adoção de medidas que socorram os pequenos negócios e garantam a manutenção dos empregos

Na manhã desta quarta-feira (24/3), o presidente da União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços (UNECS) e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), José César da Costa, participou da reunião da Frente Parlamentar de Comércio, Serviços e Empreendedorismo (FCS), que teve o objetivo de debater as pautas prioritárias do setor em tramitação no Congresso Nacional e de tratar sobre as medidas urgentes para combater os impactos na economia da pandemia da covid-19.

O presidente da CNDL e da UNECS destacou a importância da FCS para a defesa do setor de comércio e serviços. “A força do nosso setor é muito bem representada pela FCS e pelos parlamentares que atuam incansavelmente pelo desenvolvimento desse setor, que é o maior do país e ao mesmo tempo o mais impactado pela pandemia da COVID-19. O momento é delicado e mais do nunca precisamos unir nossas ações em busca de medidas que possam ajudar os lojistas de todo o país”.

José César da Costa defendeu ainda a adoção de medidas que garantam a sustentabilidade dos negócios de comércio e serviços, neste momento de pandemia. “A crise sanitária e econômica do país tem levado a um cenário crítico, elevando a cada dia os números de vítimas da doença, de fechamento de empresas e do desemprego. É preciso implementar, de maneira célere e efetiva, medidas eficazes de suporte aos Estados mais impactados e que garantam a sustentabilidade das empresas brasileiras”, ressaltou José César da Costa.

Encontro
Realizado pela internet, o encontro foi conduzido pelo presidente da Frente, deputado Efraim Filho (DEM-PB). Participam da reunião os representantes das entidades que compõem a UNECS: Leonardo Miguel Severine (ABAD), João Carlos Galassi (ABRAS), Glauco Humai (ABRASCE), Paulo Solmucci Júnior (ABRASEL), Paulo Eduardo Guimarães (AFRAC), Nabil Sahyon (ALSHOP), Geraldo Defalco (ANAMACO) e George Teixeira Pinheiro (CACB).

O encontro também contou com a presença dos deputados federais Tiago Dimas (Solidariedade-TO), Paula Belmonte (Cidadania-DF), Darci de Matos (PSD-SC), Chritino Aureo (PP-RJ), Sanderson (PLS/RS), Da Vitória (Cidadania-ES), Joaquim Passarinho (PSD-PA), Marco Bertaiolli (PSD-SP), Alceu Moreira (MDB-RS), Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF), Otávio Leite (PSDB-RJ), Domingos Sávio (PSDB/MG), Weliton Prado (PROS-MG) e do senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

Na reunião, também foi apresentado o manifesto da Frente, no qual o grupo conclama pela adoção de medidas que socorram os pequenos negócios e garantam a manutenção dos empregos. “Consciente da necessidade de um esforço mútuo para conter o avanço da contaminação da COVID-19 no país, a Frente Parlamentar do Comércio, Serviço e Empreendedorismo (FCS), conclama por ações urgentes de socorro à população e às empresas brasileiras, tão afetadas pela pandemia”, diz a Carta Aberta.

Medidas para reduzir o impacto da pandemia na economia
O Senador Izalci Lucas destacou a necessidade de prorrogar as medidas adotadas em 2020 para socorrer a população e a atividade econômica, inclusive um novo Refis, e de acelerar as vacinações. A deputada federal Paula Belmonte denunciou as situações humilhantes que os comerciantes estão vivenciando atualmente no país. Já o deputado federal Alceu Moreira fez duras críticas ao lockdown. “De nada adianta fechar o comércio, lojas e shoppings, enquanto houver encontros sociais em casa e transportes públicos lotados e precários”, avaliou o Alceu Moreira.

Em sua fala, o deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) defendeu a reedição das medidas emergências trabalhistas adotadas em 2020 e o estabelecimento do Pronampe como política pública permanente de incentivo ao empreendedorismo e proteção dos negócios de micro e pequeno porte. “Esta é uma medida fundamental para setor econômico brasileiro. O requerimento para o PL 5575 tramitar em caráter de urgência atingiu as assinaturas necessárias, e com isso, vamos interceder junto ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, para pautar o projeto”, contou Otávio Leite.

Fonte: CNDL