Em: Notícias CDLNITEROI

Taxas de juros avançam com aversão, IBC-Br e IGP-10

Por Renata Pedini

Os juros futuros avançam na manhã desta sexta-feira, 15, acompanhando a resposta em alta do dólar ao mau humor no cenário internacional. No exterior, o pessimismo se deve a preocupações com os rumos da economia global, renovadas pelo retorno do petróleo para nível abaixo de US$ 30 e novo tombo da Bolsa de Xangai. 

A inflação pelo Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) em janeiro acima do teto do intervalo de estimativas e a queda do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) em novembro menor que a mediana das previsões contribuem para o avanço das taxas.

Às 9h58, a taxa projetada para janeiro de 2017 era de 15,51%, ante 15,48% no ajuste da quinta-feira, 14. O DI para janeiro de 2021 projetava 16,50%, ante 16,44% no ajuste da véspera.

O IBC-Br, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), caiu 0,52% em novembro ante outubro, na série com ajuste. A queda foi menor do que a mediana (-0,90%) das estimativas calculada pelo AE Projeções com base num intervalo que ia de recuo de 0,43% a 1,60%.

Já o IGP-10 subiu 0,69%, superando o teto das expectativas (0,36% a 0,67%). A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, por sua vez, mostrou que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 9,0% no trimestre até outubro de 2015, em linha com a mediana (9,0%).

 

Fonte: Estadão Conteúdo