Em: Notícias CDLNITEROI

Violência assusta moradores de Niterói

No último domingo, dia 01/04, aconteceu na Região Oceânica de Niterói um protesto para chamar atenção para o problema de segurança existente no município. Os moradores da cidade estão assustados com o aumento de alguns tipos de crime.

Em fevereiro, por exemplo, o número de roubos de veículos aumentou quase 80% em relação à mesma epoca no ano de 2011. No ano passado foram 69 roubos de veículos no mes de fevereiro. Já agora em 2012 houve um salto deste número para 124.

Durante o protesto em Piratininga por um maior policiamento, as faixas e cartazes traduziam o apelo da população, que clama por um maior número de policiais nas ruas.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói vem participando com ações e reuniões para combater a criminalidade na cidade. O tráfico de drogas vem sendo apontado como um dos principais concorrentes do comércio niteroiense. “Nós que estamos em contato com a comunidade e com o comércio já sabemos de lojas que estão fechando pelo excesso de assaltos que estão sofrendo”, informou o presidente da CDL, Fabiano Gonçalves, ao programa Bom dia Rio, da TV Globo. Assista abaixo:

O problema também foi abordado em matéria da TV Bandeirantes que, baseada em um mapeamento conseguido com um suposto funcionário da Ampla, fez uma analise dos pontos críticos da região metropolitana do Rio de Janeiro.

Renan Lacerda, da Câmara de Segurança da Região Oceânica, defende uma nova divisão da cobertura policial na região. Segundo ele, é inadmissível um único batalhão (o 12º) cobrir uma região que começa em Niterói e se estende até o município de Maricá. Para Renan, não há efetivo suficiente. A solução, segundo ele, é uma maior presença de policiamento nas ruas, através do aumento do efetivo.