Em: Notícias CDLNITEROI | Slideshow

Voltam as aulas, voltam os clientes

Neste último mês de janeiro, nós que permanecemos em Niterói, verificamos que a cidade estava com seu fluxo de pessoas circulando bem abaixo do normal. A que atribuiremos esse vazio? Férias escolares; muitos niteroienses viajando, sendo muitos para o exterior; outros passando temporadas na Região dos Lagos, estudantes das faculdades da cidade que retornaram para suas cidades de origem, além de outros motivos que justificam se ausentarem da cidade.

Pois bem, isso é muito relevante para nossa análise. Senão, vejamos: uma cidade de alto percentual de classe média, com poder aquisitivo alto, que tem no turismo uma grande fonte de lazer; uma cidade universitária, que abriga vários estudantes nos campi; isso justifica o esvaziamento da cidade, de certa forma ajudando o trânsito, porém reduzindo o fluxo de compras no comércio local.

Para nós, que dependemos de vendas, é comprometedor, pois as contas não esperam. Daí a necessidade de apoiarmos ações governamentais que gerem turistas visitando Niterói no momento de férias, pois compensarão as saídas dos nossos moradores, que gastarão fora da cidade, com a entrada de divisas advindas dos que aqui virão, gerando movimento comercial nos nossos estabelecimentos. Nesse aspecto a “volta às aulas nas escolas” são primordiais, pois as crianças tornam-se o motivo para o retorno à cidade.

Além do mais, segmentos de papelaria, livrarias, malas, vendas de uniformes ficam aquecidos. Isso é muito bom, pois a reboque, todos os outros segmentos irão vivenciar a normalidade do movimento, até porque este ano, no período da Copa do Mundo da FIFA, de 12 de junho a 13 de julho deste ano, as férias escolares também acontecerão.

Precisamos faturar agora, pois não sabemos o que virá. O que nos resta é trabalhar muito!

Fabiano Gonçalves
Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói